Logo | Árvores Brasileiras
Ligue: (15) 3266-1311 | 3266-1424
WhatsApp: (15) 98171-2524
21
JUN
2018

Espécies do inverno

Posted By :
Comments : 0

Com a chegada do inverno, é importante conhecer quais espécies de árvores nativas resistem a regiões frias do nosso país e podem ser usadas para a recuperação de áreas de proteção permanente (APP), reserva legal, entre outras finalidades.

Claro que as espécies dever ser escolhidas de acordo com a região onde serão plantadas. Para saber mais, fale conosco (15) 3266-1311 ou arvoresbrasileiras@grupoaleixo.com

Entre elas estão:

Araribá (Centrolobium tomentosum) é uma árvore brasileira, nativa da Mata Atlântica, e está muito presente nos estados de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás, Paraná e São Paulo. Ela cresce muito rápido e chega a atingir até 22 metros de altura. Sua madeira é de excelente qualidade.

Araribá

Canafístula (Peltophorum dubium), originária da América do Sul, é muito utilizada na arborização urbana. Produz sombra fresca no verão e perde todas as folhas no inverno. É considerada oportunista, ou seja, se beneficia de clareiras e, por isso, é utilizada para recuperar áreas degradadas. Sua madeira é muito utilizada em marcenaria e construção civil.

Canafístula

Canjarana (Cabralea canjerana) é nativa do Brasil e ocorre em estados como Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo. Sua madeira é muito valiosa, por ser resistente ao ataque de insetos; é muito utilizada na construção civil. Também  é de grande importância em reflorestamento e restauração de APPs.

Canjarana

 

Ipê-roxo (Handroanthus heptaphyllus) é originária da América do Sul, muito conhecida pela seu uso medicinal e também como madeira de lei. É conhecida pelos nomes: piúva, pau-d’arco, piúna, ipê-roxo-de-bola, ipê-una, ipê-roxo-grande, ipê-de-minas e piúna-roxa. Felizmente, não corre risco de extinção.

Ipê-roxo

 

Louro-pardo (Cordia trichotoma) é uma árvore nativa do Brasil, Argentina, Paraguai e Bolívia. Em nosso país, está em todos os estados do Sul, Centro-Oeste, Sudeste e Nordeste e seus biomas de ocorrência são Amazônia, Caatinga, Cerrado e Mata Atlântica. Sua floração ocorre em abril e junho e sua madeira é muito usada para a produção de móveis de luxo.

Louro pardo

 

 

About the Author

Leave a Reply

*

captcha *